Google Translate: fr | ru | cn | se | jp

Natura Algarve

O Parque Natural da Ria Formosa

02.02.2013 // Natura Algarve

Barra da Armona - Ria Formosa - Algarve

O cordão litoral de ilhas barreira, entre a Quinta do Lago e Cacela, delimita exteriormente a Ria Formosa. Nesse cordão litoral, abrem-se Barras que alimentam a laguna, designadas por barra do Ancão, Faro- Olhão, Armona, Fuzeta, Tavira e Cacela. Estas definem nos extremos do cordão as penínsulas de Faro e Cacela, e no seu corpo as ilhas da Barreta, Culatra, Armona, Tavira e Cabanas. Ocupando cerca de 18.000ha mostra uma diversidade de ambientes, entre eles sapais, bancos, ilhas e canais. O Parque Natural da Ria Formosa, criado em 1987, surge da necessidade de assegurar a protecção e promoção dos valores naturais, corrigir processos que possam conduzir à degradação dos mesmos e definir modelos e regras de ocupação e utilização da área.

A Costa Sul de Portugal é uma região que depende fortemente da actividade piscatória, dando origem a um vasto conjunto de artes de pesca e formas de explorar os recursos marinhos. Apesar do carisma turístico da região, esta actividade pesqueira origina uma grande empregabilidade junto da população. Devido às suas características intrínsecas, o sistema de ilhas barreira da Ria Formosa constitui um recurso de grande variedade, que vai desde as pescas, à produção de bivalves, actividades portuárias, turismo, entre outros. É também relevante a sua função como maternidade. Muitas são as espécies que utilizam a Ria Formosa como lugar de desova e desenvolvimento inicial, para posteriormente repovoarem as águas do Atlântico num fantástico comportamento cíclico. O seu contributo no recrutamento dos mananciais pesqueiros aliado à sua posição geográfica – que proporciona águas abrigadas e mais dias de pesca no ano – é muito importante para os os recursos pesqueiros da costa Portuguesa.

 Ilha da Culatra

Não menos importantes são as aves. A área do Parque Natural é considerada um excelente habitat para inúmeras espécies de aves aquáticas e limícolas, como local de alimentação, reprodução e refúgio. As salinas situadas nas áreas adjacentes à laguna, actuam como locais alternativos de alimentação, sendo essenciais durante a maré-alta, momento em que as aves não conseguem utilizar a zona de sapal. Ao longo de gerações soube-se observar, interpretar o meio envolvente e dele retirar os seus frutos. De tal astúcia, resultou uma grande riqueza cultural, económica, de recursos e também de actividades.

 Flamingos, Ria Formosa - Algarve

 

O seu comentário

topo da página